Espécies

Plantas para jardim – Opções de espécies para diferentes espaços

Existe uma grande variedade de espécies de plantas para jardim. Conheça algumas delas e os melhores espaços para cada uma.

Por Rafaela de Almeida

-

Apesar do que possa parecer, ter plantas bonitas no jardim de casa não é tão difícil. De fato, todas elas necessitam de cuidados, algumas mais do que outras, mas para ter plantas viçosas e saudáveis é bastante fácil. Existem muitas espécies de plantas para jardim e as melhores são aquelas que se adaptam aos ambientes ou têm suas necessidades atendidas.

De modo geral, a maioria dessas plantas costumam ser próprias para sol pleno ou meia sombra já que os jardins são cultivados em ambientes externos.

Antes de começar a plantar no jardim é preciso antes saber escolher as melhores espécies. Além disso, conhecer as necessidades de cada uma, os cuidados e como usá-las na composição de paisagismo ao ar livre.

Se você está buscando dicas de espécies e ajuda para aprender a cuidar de cada uma delas depois do plantio, confira algumas sugestões que preparamos. A maior parte delas podem ser cultivadas ao ar livre e em sol pleno, além de poderem ser facilmente cultivadas em solos ou vasos.

Fonte: Blog JWT Brasil

Plantas para jardim vertical

Dentre as opções mais comuns de plantas para jardim, temos:

Hera

As heras são plantas conhecidas por se desenvolverem rapidamente, além do seu crescimento em forma de pendente.

Apesar de ser uma planta com ramos grandes, é uma ótima opção para decoração de ambientes internos, em prateleiras, por exemplo e em ambientes externos. Em ambientes externos também se desenvolvem bem em jardineiras ou penduradas.

Plantas para jardim: melhores espécies para ambientes externos
Fonte: Blog da Plantei

Dinheiro em penca

Dinheiro em penca ou tostão, assim como a hera, também cresce em forma de pendente. São plantas ideais para jardineiras ou vasos suspensos.

Suas folhas parecem pequenas moedas e não crescem muito. Tostão é uma planta de meia-sombra, não requer regas constantes, embora não possa ter seu solo seco nem encharcado.

Fonte: Pinterest

Renda portuguesa

A renda portuguesa é uma planta da mesma família das samambaias, logo seus cuidados se assemelham bastante com elas. Leva esse nome pois suas folhas são delicadas como rendas.

Da mesma forma que a tostão, a renda portuguesa é uma planta para locais com sombra, além disso necessita de regas regulares, sempre favorecendo a umidade do solo. São boas opções para vasos suspensos ou pendurados.

Plantas para jardim: melhores espécies para ambientes externos
Fonte: Mundo das Plantas

Espécies de plantas para jardim de inverno

Dentre as opções de plantas para jardim de inverno, temos:

Orquídeas

As orquídeas são flores muito populares pelo país, são cultivadas em muitos jardins, além de serem opções de plantas ornamentais para ambientes internos e externos.

Apesar de serem plantas que gostam de sol, não podem estar expostas a luz direta, o que torna os jardins de invernos lugares ideais para seu desenvolvimento.

Fonte: Uol

Samambaias

Embora as samambaias sejam plantas muito comuns pelas casas de todo o Brasil é preciso tomar um pouco de cuidado em relação ao contato com animais domésticos. Isso porque, se ingerida, as samambaias podem ser tóxicas ao organismo.

Apesar disso, são boas opções para o cultivo em jardins de inverno. Seus cuidados exigem um ambiente bem iluminado, mas não necessariamente com sol direto, e regas regulares para que o solo esteja sempre úmido.

Plantas para jardim: melhores espécies para ambientes externos
Fonte: Decor Fácil

Pacová

O pacová apresenta folhas largas e compridas, seus cuidados variam entre ambientes iluminados e regas regulares, pelo menos 3 vezes na semana, ou quando o solo estiver seco.

Embora possa ser cultivada plantada no chão, também se adapta aos vasos, mas eles precisam atender às suas necessidades em relação ao espaço e profundidade.

Fonte: Rosas de Jardim

Cuidados ao escolher as plantas do jardim

Alguns cuidados devem ser tomados ao escolher quais plantar colocar no jardim, como por exemplo:

Local com luz para plantas de jardim

Antes de escolher as plantas para o jardim certifique-se que o local tem luz o suficiente para que elas se desenvolvam. A maior parte das plantas para jardim são de sol pleno ou meia-sombra. É importante observar por quanto tempo durante o dia as plantas têm contato com o sol.

O ideal é que cada planta tenha suas necessidades atendidas, embora existam plantas que se adaptam aos ambientes, como os cactos, por exemplo, outras plantas podem morrer facilmente com a falta ou excesso de sol.

Cultivar as plantas em vasos permite a mobilidade entre os espaços, mesmo que os ambientes não sejam tão iluminados eles podem ser transportados para locais mais arejados.

Plantas para jardim: melhores espécies para ambientes externos
Fonte: Loc Lav

Cuidado com chuva

Em ambientes externos o contato com sol, chuva, vento e frio é maior do que em ambientes com cobertura. Apesar de alguns jardins terem um espaço coberto, a maioria é ao ar livre. É preciso se atentar se as espécies expostas são resistentes a esses fatores.

Além disso, levar em consideração a necessidade de água, visto que o volume da chuva em determinadas épocas do ano podem ser maiores e mais fortes, o que pode prejudicar a saúde da planta, afogando-a ou quebrando galhos, por exemplo.

Fonte: Viver com Plantas

O que achou da matéria? Se gostou, confira também como plantar cebolinha e girassol.

Fontes: Decor Fácil, Tua Casa.

Imagens: Manacá Paisagismo e Jardinagem, Blog JWT Brasil, Blog da Plantei, Pinterest, Mundo das Plantas, Uol, Decor Fácil, Rosas de Jardim, Loc Lav, Viver com Plantas.