Espécies

Peperômia – Principais tipos e cuidados gerais com essa planta

A peperômia se tornou muito popular na decoração, principalmente pelo seu visual que contém diferentes formas e tamanhos.

Por Rafaela de Almeida

Você já deve ter visto uma peperômia mesmo sem saber que é assim que ela se chama. Isso porque essa espécie de planta é muito popular no Brasil. Além disso, são ótimas opções para a decoração dos mais variados tipos de ambientes, de cozinha ao escritório.

Existem alguns tipos de peperômia que são mais fáceis de serem encontradas na natureza, por isso são mais populares quando se trata do cultivo. De modo geral, todas possuem cuidados e necessidades muito semelhantes.

Sendo assim, esse tipo de planta ficou famoso com as possibilidades da urban jungle, que é o conceito de selva urbana. A selva urbana nada mais é do que inserir vegetação em ambientes antes engessados e sem vida.

Tipos de peperômia

Existem alguns tipos de peperômia, no entanto algumas espécies são mais fáceis de serem encontradas. São elas: peperômia melancia, tricolor, marrom, filodendro e pendente, que talvez seja a mais conhecida entre os tipos mais populares.

Peperômia pendente

Esse tipo de peperômia é um dos mais conhecidos. Isso porque, assim como seu nome já diz, é uma planta pendente. Dessa forma, é muito utilizada na decoração em cima de estantes ou prateleiras, além de poder ser colocada suspensa em outros tipos de apoios. Esse tipo necessita de um solo bem drenado e adubado.

Peperômia: quais os tipos e cuidados gerais com essa planta
Fonte: Pinterest

Peperômia filodendro

A peperômia filodendro se assemelha bastante à pendente, tanto em relação às cores, quanto ao fato de que também pode crescer a ponto de seus galhos ficarem caídos. 

Fonte: HM Jardins

Além disso, esse tipo é muito resistente. Sendo assim, seus cuidados incluem regas regulares, mas que não encharquem o solo, além de solo fértil. A peperômia filodendro é uma ótima opção para decorar ambientes internos, pois se desenvolve sob pouca luminosidade.

Peperômia marrom ou caperata

A peperômia marrom carrega esse nome pelo tom de suas folhagens. Esse tipo de planta possui as folhas mais escuras, diferentes de outros tipos com flores verdes.

Peperômia: quais os tipos e cuidados gerais com essa planta
Fonte: Terrários e Suculentas

Além do mais, suas folhas também podem parecer maiores do que outros tipos. Podem ser cultivadas em lugares com pouca luz e não necessitam de regas constantes. Também são boas opções para decoração de terrários.

Peperômia melancia ou argyreia

Outro tipo muito popular é a peperômia melancia. As folhas desse tipo lembram melancias, isso porque suas folhas apresentam cores semelhantes e as rajadas mais escuras, como a melancia.

Fonte: Faz Fácil

Seu aspecto acaba trazendo charme aos ambientes, por isso é muito utilizada na decoração. Além disso, esse tipo não tolera o sol direto, pois isso pode acabar prejudicando seu desenvolvimento. Logo, o melhor é cultivá-la em ambientes com luz indireta.

Peperômia tricolor ou magnoliifolia

Por fim, temos a peperômia tricolor cujo aspecto visual das folhas apresenta três tonalidades diferentes que variam em tons de verde escuro e claro, além do branco.

Peperômia: quais os tipos e cuidados gerais com essa planta
Fonte: Orquidário 4 Estações

Diferente de outros tipos dessa planta, a tricolor fica com cores mais vivas se exposta a luz do sol direta por algumas horas durante o dia, mas cuidado com os exageros.

O mais indicado é que a planta seja cultivada em ambientes com sombras, além de sua rega ser realizada com frequência, pois se desenvolve sob solo úmido.

Cuidados gerais com a peperômia

Apesar da peperômia ser uma planta fácil de cultivar em casa, ela requer alguns cuidados como qualquer outra planta. Isto é, é importante se atentar a frequência de regas, exposição à luz solar e cuidados com o solo.

Regas

De modo geral, a peperômia se desenvolve melhor quando o solo é bastante drenado. Contudo, isso não significa água em abundância, é preciso se atentar à quantidade de água oferecida para a planta.

Fonte: Selvva

Por isso, faça a rega regularmente, mas não exagere na quantidade. Além disso, em regiões ou estações do ano mais secas é necessário aumentar a frequência e, se necessário, a quantidade de água.

Luminosidade

A peperômia, apesar de resistente, não é uma planta de sol pleno. Por isso, é importante se certificar que o lugar do cultivo possui incidência solar, mas indiretamente.

Peperômia: quais os tipos e cuidados gerais com essa planta
Fonte: Lojinha da Flori

Isso porque o sol direto pode acabar queimando as folhas e matando a planta. Assim, ambientes bem iluminados são bem vindos, desde que a luz seja indireta.

Escolha do vaso

A peperômia pode crescer abundantemente. Por isso, antes de escolher o vaso esteja ciente de que com o seu desenvolvimento ele pode ficar pequeno e deve ser trocado se necessário.

Além disso, é importante lembrar que o vaso para cultivo precisa ter um furo, ou mais, no fundo para que a água possa ser drenada.

Fonte: Clube da Suculenta

O que achou desse post? Se gostou, leia também sobre como deixar as plantas bonitas.

Fontes: Viva Decora, Extra, Tua Casa.

Imagens: Plant Care Today, The Spruce, Pinterest, HM Jardins, Terrários e Suculentas, Faz Fácil, Orquidário 4 Estações, Selvva, Lojinha da Flori, Clube da Suculenta.