Espécies

Lambari roxo – Características da planta e principais cuidados

O lambari roxo é um tipo de planta comum e com coloração arroxeada, que transmite charme e exuberância, cultivada em vasos ou como forração.

Por Rafaela de Almeida

-

Perfeita para a decoração de ambientes internos e externos, o lambari roxo é uma planta bastante resistente. Como o nome sugere, uma das suas principais características é o belo tom de roxo que se encontra na superfície de suas folhas, formando um degradê com o verde incrível. 

Essa planta é ideal para criar variedade de cor, de forma que não seja agressiva aos olhos, uma vez que roxo e verde são cores complementares. Além disso, devido ao rápido crescimento do lambari roxo, as possibilidades se tornam inúmeras, pois essa é uma planta que consegue ocupar muito bem os ambientes.

Características da planta

De origem mexicana, o lambari roxo cresce com muita velocidade horizontalmente, enquanto na vertical chega a, aproximadamente, 20 centímetros. Por isso, é possível promover a forragem do solo com ela, dando ao seu jardim um visual novo e fora do comum.

Fonte: Pinterest

É importante destacar que a sua coloração pode ser facilmente alterada de acordo com a exposição do lambari roxo à luz solar.

Em ambientes onde a planta se encontra com mais sombra, é comum que a parte superior se destaque, ou seja, deixando em evidência o verde.

Enquanto em ambientes com contato constante com a luz do sol, a parte inferior se destaca mais, onde o roxo é mais vivo.

Principais cuidados com o lambari roxo

O lambari roxo precisa de bastante água para crescer e se desenvolver de forma saudável. Dessa forma, é interessante regá-la em média 3 vezes por semana, mantendo o seu solo sempre úmido.

Além disso, lembre-se que o solo alagado pode auxiliar no desenvolvimento de pragas e apodrecimento da raiz. 

Lambari roxo: a planta com coloração exótica e caráter ornamental
Fonte: Uol

Luminosidade necessária para o lambari roxo

Além de bonita, o lambari é uma planta extremamente resistente, por isso suporta ficar em locais que possuem grande incidência da luz solar.

No entanto, essa exposição não pode ocorrer de forma drástica, é um processo e a planta necessita de tempo para se adaptar. 

Fonte: Nô Figueiredo

Por isso, o ideal é que ela fique em meia-sombra e seja introduzida a luz solar aos poucos. Dessa forma, algumas folhas vão ser queimadas pelo sol, mas folhas mais resistentes irão nascer, tornando a planta perfeita para ambientes que recebem uma grande incidência de luz.

Solo e adubação

O solo é um dos principais fatores para o desenvolvimento do lambari roxo, o ideal é cultivá-la em solo com uma boa drenagem. 

Lambari roxo: a planta com coloração exótica e caráter ornamental
Fonte: Guia das Suculentas

É de extrema importância que o solo seja rico também em nutrientes. Por isso, requer uma adubação adequada, o recomendado é a utilização de um adubo líquido que tenha como base nitrogênio, fósforo e potássio (NPK). O processo de adubação deverá ocorrer aproximadamente 2 vezes por mês.

Poda do lambari

O lambari roxo pode ser podado tranquilamente sem haver nenhum prejuízo para o seu desenvolvimento.

Como o lambari é uma planta que cresce muito rápido na horizontal, precisa ser podado com frequência para que não invada espaços onde ela não deveria ocupar. 

Fonte: Atelier Fascinata

Outros cuidados

O lambari roxo demonstra sinais quando sua saúde não está tão boa. Por isso, é importante observá-la para que, assim, você possa ajustar a rotina de rega, exposição ao sol e adubação.

Lambari roxo: a planta com coloração exótica e caráter ornamental
Fonte: Horta em Casa

Os primeiros sinais a serem observados são o seu volume e se suas folhas, que ficam mais próximas à raiz, estiverem secas e caindo.

Nesse caso, é necessário fazer um ajuste da rotina de rega, passando a fazê-la com mais frequência, além de promover uma adubação mais intensa.

O lambari roxo está verde

A coloração do lambari está diretamente relacionada à quantidade de luz que recebe. Apesar de ser uma planta muito versátil, ela ainda necessita de luz para ter um desenvolvimento saudável. 

Fonte: Elo7

A falta de luz solar pode provocar também uma mudança na estrutura da sua planta. Pois, na tentativa de procurar pelo sol, o seu caule vai se alongar e as folhas irão ficar distantes umas das outras.

Vale destacar que, durante esse processo, a planta fica bastante frágil, então é necessário mudá-la de lugar o mais rápido possível.

O que achou da matéria? Se gostou, confira também: Senécio azul – Características, como plantar e cuidados com a planta

Fontes: Selvva, Flores e Folhagens, Flor Jardim e Paisagismo.

Imagens: Nô Figueiredo, Pinterest, Uol, Guia das Suculentas, Atelier Fascinata, Horta em Casa, Elo7.