Dicas

Jardins verticais – Vantagens, cuidados e principais tipos

Os jardins verticais são boas opções para a otimização de espaço, seja em ambientes internos ou externos, além de darem um toque de natureza.

Por Rafaela de Almeida

-

Os jardins verticais têm se tornado muito populares em projetos de paisagismo. Isso porque trazem charme, além de contribuir para a acústica do ambiente e melhorarem a qualidade do ar. Além disso, esse tipo de jardim pode ser construído em locais abertos e ambientes internos também.

Os jardins verticais também podem ser chamados de paredes verdes. Existem algumas plantas que se adaptam melhor a esse tipo de jardim, mas é importante observar as necessidades de cada espécie antes de adquiri-las.

Além de usar plantas naturais, também é possível mesclar plantas naturais e artificiais. Dessa forma, os cuidados em relação às plantas diminuem e são boas opções de decoração.

Vantagens de ter um jardim vertical

Os jardins verticais podem ter inúmeros benefícios para os ambientes, além de embelezá-los. Diminuição da temperatura e textura para os espaços são alguns dos privilégios de montar uma parede verde, seja em ambientes domésticos ou não.

Jardins verticais reduzem os gastos com climatização

Os jardins verticais são responsáveis pela diminuição da temperatura dos ambientes. Isto é, com a criação de uma parede verde é possível climatizar os ambientes apenas com plantas, reduzindo assim os gastos com refrigeração, por exemplo.

Jardins verticais: vantagens, cuidados e tipos de jardins verticais
Fonte: Steal The Look

Protege paredes e muros

Se os jardins verticais forem instalados em ambientes externos, podem proteger as fachadas de  circunstâncias ambientais, como as chuvas. Sendo assim, podem aumentar a vida útil e a conservação de muros e paredes.

Jardins verticais: vantagens, cuidados e tipos de jardins verticais
Fonte: Nô Figueiredo

Jardins verticais melhoram a qualidade do ar

Não é novidade que as plantas, de modo geral, contribuem para a qualidade do ar, seja em pequenos vasos ou grandes matas e florestas. Assim, as plantas são capazes de absorver a poluição do ar e transformá-la em oxigênio, o que melhora a qualidade do ar dos ambientes.

Fonte: A Arquiteta

Isolamento térmico

Os jardins verticais podem proteger os espaços de ondas muito altas de calor, diminuindo a temperatura. No verão, por exemplo, podem reduzir as temperaturas e torná-las mais amenas. Além disso, também contribuem no aumento da umidade.

Jardins verticais: vantagens, cuidados e tipos de jardins verticais
Fonte: Construtora Laguna

Tipos de jardins verticais

Existem algumas formas de se elaborar um jardim vertical. Isto é, eles podem ser criados com as mais variadas espécies de plantas. As trepadeiras, por exemplo, são plantas muito usadas nesse tipo de jardim.

Jardins verticais naturais também chamados de parede verde

Esse tipo de jardim vertical requer um cuidado maior, pois as plantas naturais possuem necessidades de rega e drenagem do solo, para que a água não seja acumulada na estrutura.

Além disso, esses jardins podem ser construídos em ambientes internos ou externos, desde que sua estrutura seja bem planejada.

Fonte: Art Maison

Jardins verticais artificiais ou permanentes

Os jardins verticais artificiais são criados com plantas artificiais, geralmente de plástico ou material semelhante. Contudo, esse tipo de jardim exige que as plantas sejam feitas de bons materiais para um efeito mais semelhante ao natural.

Além disso, os jardins artificiais possuem a vantagem de exigirem menos cuidados. Assim, uma boa limpeza é o suficiente para mantê-los conservados e bonitos esteticamente.

Fonte: Jera Arquitetura e Engenharia

Jardins verticais de musgo moss

Os jardins de musgo moss não são tão comuns como os de plantas convencionais como trepadeiras, por exemplo.

No entanto, esse tipo de planta possui algumas variações de cores e tamanhos e também agrega beleza aos ambientes. Ao contrário de outros planetas, o musgo não exige cuidados constantes.

Jardins verticais: vantagens, cuidados e tipos de jardins verticais
Fonte: Moss n Art

Jardins verticais em forma de horta

A horta pode ser construída em forma de jardim vertical. Além disso, montar esse tipo de estrutura para a horta também contribui para a otimização de espaços.

Os temperos e hortaliças podem ganhar um espaço especial na casa, sendo colocada em cozinhas gourmets, por exemplo, ou nos quintais e jardins.

Fonte: Viva Decora

Cuidados com os jardins

Antes de montar seu próprio jardim vertical, escolha as espécies de plantas de acordo com as condições daquele local e as necessidades da espécie. Assim, é mais fácil manter o jardim impecável e saudável em casa.

Além disso, conhecendo cada planta você consegue ter a manutenção periódica necessária para manter as plantas sempre vivas e criar a estrutura de forma mais correta.

De modo geral, a parte mais importante em relação aos jardins é a manutenção das plantas e da criação da estrutura. As plantas usadas costumam ser resistentes, além de precisarem de pouca manutenção. Por isso, a escolha da espécie se torna crucial.

O que achou da matéria? Se gostou, confira também como montar arranjos florais para a decoração da casa.

Fontes: Ecotelhado, Vertical Garden, SustentArqui, Lopes, Casa Cor.

Imagens: Lopes, Ideias Decor, Steal The Look, Nô Figueiredo, A Arquiteta, Construtora Laguna, Art Maison, Jera Arquitetura e Engenharia, Moss n Art, Viva Decora.