Espécies

Samambaia azul – Características da planta e dicas de como cultivá-la

Samambaia azul é um tipo de samambaia colorida com caráter ornamental muito utilizada na decoração de ambientes internos e externos.

Por Rafaela de Almeida

-

A samambaia azul é uma planta de grande efeito ornamental. Dessa forma, serve como um grande ponto focal no design do ambiente em que ela está inserida.

Apesar de ser considerada um tipo de samambaia, é preciso ressaltar que são de famílias diferentes. Enquanto as samambaias comuns pertencem à família pteridaceae, a samambaia azul pertence à família selaginella. 

O seu nome é devido à semelhança às outras samambaias e o azul é definido pelos reflexos azuis em suas folhas. Reflexos esses que podem ser visualizados dependendo da iluminação e ângulo em que estão sendo observadas. Contudo, suas folhas são verdes, assim como a maioria das plantas.

Características da samambaia azul

Diversas são suas origens, encontradas em países como Brasil, Austrália e Argentina. A samambaia azul é considerada de grande porte, o conjunto de folhas que saem do rizoma podem chegar a até um metro de comprimento.

Fonte: Pixabay

Além disso, outra característica importante é quanto ao rizoma, que nada mais é que um caule forrado com pelos. Esse tipo de característica permite uma maior sustentação da planta, além de conferir a mesma uma facilidade de interceptar umidade do ar.

Vale destacar que essa planta não é comestível, a sua ingestão pode levar a irritações e possível intoxicação. Por isso, o ideal é manter a samambaia azul em locais que fiquem fora do alcance de crianças e animais.

A sua utilização em jardins suspensos são visualmente agradáveis e pode ser uma forma de evitar o contato dessa planta com esses pequenos seres mais vulneráveis.

Principais cuidados com a samambaia azul

Luminosidade

Um dos fatores principais para o bom desenvolvimento da samambaia azul é a iluminação adequada. Isso porque essa planta precisa de sol para sobreviver, mas deve ser cultivada em locais de meia sombra. A luz solar em contato direto com a planta pode ser prejudicial.

Samambaia azul: um tipo de samambaia colorida ótima para decorar
Fonte: Rare Plants

Rega adequada para a samambaia azul

A samambaia azul cresce geralmente em florestas e, por isso, se desenvolve com maior facilidade em ambientes úmidos. A rotina de rega dessa planta deve ser constante.

Sendo assim, o indicado é que seja realizada de 2 a 3 vezes por semana, permitindo que a terra se mantenha sempre úmida, não a deixando alagada em hipótese alguma.

Samambaia azul: um tipo de samambaia colorida ótima para decorar

A rega deve acontecer preferencialmente pelas manhãs. Caso isso não ocorra e a rega só aconteça à noite, molhe apenas a terra. Afinal, as folhas molhadas durante a noite dificultam o processo de trocas gasosas, extremamente importantes para o desenvolvimento da planta.

A utilização de um umidificador de ar é bem-vinda, uma vez que entrega à planta um ambiente semelhante ao da floresta onde ela geralmente cresce. Principalmente se você cultivá-la em locais de climas mais secos.

Solo e adubação recomendados para o cultivo

A samambaia azul aprecia solos que sejam abundantes em matéria orgânica. Por isso, o substrato onde a samambaia azul será cultivada precisa ser composto por resíduos orgânicos de folhas, turfa e areia, o que confere ao solo uma boa drenagem.

Samambaia azul: um tipo de samambaia colorida ótima para decorar
Fonte: Sem Desperdício

Caso não encontre a turfa, você poderá substituí-la com a utilização de compostos organominerais. Isto é, um adubo granulado que contenha partes iguais de nitrogênio, fósforo e potássio. No dia anterior ao da adubação, realize a rega da terra para facilitar a absorção do adubo pela planta.

O processo de adubação deve ocorrer uma vez a cada quatro meses. Mas atenção, esse adubo deverá ser dissolvido em água, na proporção de uma colher de sopa para 2 litros de água.

Algumas outras dicas para manter a samambaia azul saudável

Mesmo podendo ser cultivada em áreas internas e externas, a samambaia azul precisa sempre estar protegida do vento. Em locais onde a incidência do vento é constante, pode ocorrer dos caules se quebrarem, o que afeta diretamente a sua estética.

Fonte: Minhas Plantas

É preciso reforçar que cada local possui suas devidas características climáticas. Portanto, a quantidade de vezes que ela é regada na semana pode ser facilmente alterada.

Por exemplo, em locais mais quentes e secos, a água irá evaporar com mais facilidade. Sendo assim, precisará ser regada com mais frequência do que em um local com clima mais ameno e úmido.

A observação é um ponto chave no cultivo de plantas. Geralmente, é possível ver sintomas quando algo de errado está acontecendo com sua planta.

No caso da samambaia azul, a presença de pontos marrons na parte superior de suas folhas pode indicar intoxicação por cloro. Por isso, utilize água filtrada ou proveniente da chuva ao fazer a rega.

Curtiu esse post? Confira também sobre a planta azulzinha.

Fontes: Planta Sonya, Faz Fácil.

Imagens: Pinterest, Papo de Paisagista, Pixabay, Rare Plants, Aqvium, Sem Desperdício, Minhas Plantas.