Dicas

Tipos de substrato – O que são e quais os tipos mais comuns

Existem alguns tipos de substrato que podem contribuir na hora de montar um vaso para o cultivo das plantas em jardins, por exemplo.

Por Rafaela de Almeida

-

O substrato é a mistura de materiais base para o cultivo de plantas junto à terra. Além disso, também existem tipos de substrato específicos para cada espécie de planta cultivada e que podem favorecer no seu crescimento.

Um substrato, se bem preparado, é o combustível para fortalecer e ajudar no crescimento das plantas. Por isso, é importante escolher um bom substrato para o cultivo, já que muitas plantas dependem de um solo fértil e bem drenado.

Tipos de substrato

Existem dois tipos de substratos que podem ser encontrados com facilidade, são eles: substrato inerte e substrato orgânico. Ambos podem ser utilizados na mistura com a terra para cultivo e são de origem mineral e fóssil, além de poderem ser utilizados juntos.

Geralmente, o substrato é acrescentado na terra, no entanto, pode ser usado sozinho por um determinado período de tempo. O substrato não oferece nutrientes para as plantas, mas auxilia, principalmente, na drenagem da água da rega.

Tipos de substrato: o que é e quais os tipos mais comuns
Fonte: Im Grower

Substrato inerte

O substrato inerte age, principalmente, na drenagem do solo. Isso porque não é capaz de oferecer nutrientes às plantas, já que seus níveis de nutrição são poucos ou quase nulos em relação ao substrato orgânico, por exemplo.

Também podem ser utilizados em vasos como ornamentos. Esse tipo de substrato, além de poder ser retirado da natureza, também pode ser fabricado de forma industrial, como o isopor.

Fibra de coco é um dos tipos de substrato inerte

A fibra de coco é produzida a partir da palmeira do coco, o coqueiro, ou da casca do próprio fruto. É usado, especialmente, para a retenção de líquido da terra. Além disso, também é uma boa alternativa para auxiliar no processo de ramificação das raízes das plantas.

Fonte: Os Cordados

Turfa

A turfa também é um dos tipos de substrato inerte. É encontrada em regiões pantanosas, pois sua origem vem da decomposição de vegetais e outras plantas encontradas em ambientes de água doce.

Além disso, é utilizada principalmente para a retenção de água, já que a turfa é capaz de reter cerca de 20 vezes seu peso em água.

Embora o benefício do seu uso seja positivo, é importante estar atento ao pH da água, pois a turfa deixa o solo ácido, o que pode ser prejudicial para algumas espécies de plantas.

Tipos de substrato: o que é e quais os tipos mais comuns
Fonte: Compre Rural

Húmus é um dos tipos de substrato mais utilizados na jardinagem

Húmus é bastante utilizado como substrato na jardinagem. Isso porque, além de favorecer a absorção de água, também oferece alguns nutrientes para o solo. Além disso, é composto principalmente por matéria orgânica em decomposição.

Fonte: Como Fazer em Casa

Vermiculita

A vermiculita, assim como a fibra de coco, também tem grande capacidade de retenção de água, por isso é bastante utilizada na preparação do solo de vários vasos.

Além disso, sua capacidade de retenção pode ser considerada 5 vezes maior do que o seu peso e, diferente da turfa, não deixa o solo mais ácido.

Tipos de substrato: o que é e quais os tipos mais comuns
Fonte: Jardins Urbanos

Casca de pinus

A casca de pinus também é um tipo de substrato bastante utilizado, principalmente como adorno para canteiros em jardins e vasos um pouco mais elaborados.

Apesar disso, não contribui nutricionalmente no cultivo das plantas, embora auxilie na drenagem da água da rega ou da chuva.

Fonte: Global Pedras

Substrato orgânico

Diferente do substrato inerte, o substrato orgânico oferece nutrientes para o solo, além de contribuir significativamente para a retenção de líquido, ou controle de umidade do solo.

É muito comum que o substrato orgânico seja comparado ao adubo, pois as matérias orgânicas podem ser nutritivas para o cultivo das plantas, assim como o adubo orgânico.

Tipos de substrato: o que é e quais os tipos mais comuns
Fonte: Saci Soluções

Assim, restos de alimentos, como frutas e vegetais, além de ovos, por exemplo, podem ser reutilizados para a preparação de substrato.

Também é possível encontrar esse tipo de substrato comercializado, no entanto, sua produção pode ser feita em casa através de uma composteira doméstica, além de ser econômico.

O que achou do posto? Se gostou, leia mais sobre substrato para plantas.

Fontes: AFE, Prazeres da Casa, In Outdoor.

Imagens: Agrotec, Composteira Humi, Im Grower, Os Cordados, Compre Rural, Como Fazer em Casa, Jardins Urbanos, Vamos Comer Melhor.