Espécies

Rhipsalis – Tipos principais, característica e cuidados ao plantar

A rhipsalis é uma planta da mesma família dos cactos e, assim como eles, possuem tipos diferentes, que podem ser cultivados com facilidade.

Por Rafaela de Almeida

-

A rhipsalis é uma planta da mesma família dos cactos. Pode ser cultivada com facilidade em vasos de forma pendente, mas também pode se envolver em outras plantas para se sustentar. Dessa forma, consegue obter nutrientes e se proteger de possíveis predadores e pragas.

Essa espécie é capaz de suportar algumas horas de sol pleno, sendo uma ótima opção de planta para o jardim ou áreas que recebem muita luz solar durante o dia.

No entanto, pode ser cultivada tranquilamente em locais sombreados, como ambientes internos, salas e quartos, por exemplo. Além disso, em algumas épocas do ano pode florir e dar pequenos frutos, que servem de alimento para alguns pássaros.

Além da beleza, a rhipsalis pode ser considerada uma planta fácil de ser cultivada, já que não exige muitos cuidados, seja em relação à luminosidade ou à frequência de rega.

Alguns tipos

Assim como os cactos, a rhipsalis possui uma grande variedade de espécies. De modo geral, é fácil reconhecer um tipo de rhipsalis, já que suas folhas e formação são muito parecidas entre si. No entanto, alguns tipos diferentes podem ter folhas largas.

Rhipsalis pilocarpa

Esse tipo de rhipsalis possui galhos com pequenos pontos brancos como se fossem pelos. Além disso, pode ser considerado um cacto epífito, isto é, essa planta é capaz de crescer se apoiando em outras para se sustentar.

Rhipsalis: uma planta da mesma família dos cactos
Fonte: Plantas e Flores

Rhipsalis baccifera

Diferente de outros tipos de rhipsalis, a do tipo baccifera possui um volume muito grande se tratando de galhos. Além disso, seus ramos são cilíndricos e longos, podendo ser cultivados em vasos de forma suspensa, o que agrega beleza aos ambientes, por exemplo.

Esse tipo de rhipsalis pode florescer em algumas épocas do ano, brotando flores brancas nas suas extremidades.

Fonte: Planta Sonya

Rhipsalis erecta

Esse tipo de rhipsalis é menor do que as outras, sem atingir grandes alturas ou muito volume. Além disso, as suas hastes crescem de forma acelerada.

Rhipsalis: uma planta da mesma família dos cactos
Fonte: YouTube

Rhipsalis cereuscula

Essa planta também pode ser chamada de cacto coral e é uma das melhores opções de espécies para decoração, já que não atinge alturas elevadas, além de ser delicada.

Fonte: Pinterest

Rhipsalis eliptica

Esse tipo de rhipsalis também cresce de forma pendente, por isso, se cultivada em vasos suspensos, podem facilmente compor a decoração dos ambientes. Além disso, também costuma florescer em determinadas épocas do ano.

Rhipsalis: uma planta da mesma família dos cactos
Fonte: Optolov

Principais cuidados com esse tipo de planta

Apesar da Rhipsalis ser uma planta da mesma família dos cactos, isso não quer dizer que seus cuidados devam ser esquecidos. Embora, não exija cuidados exagerados, é necessário se atentar a algumas de suas principais necessidades.

Além disso, a rhipsalis pode ser cultivada em meia-sombra, assim, podendo ser colocada em vasos em ambientes internos. No entanto, é preciso escolher um local arejado e que receba luminosidade por algumas horas diárias. Caso seja cultivada em jardins, é interessante colocá-la próximo a outras plantas, preferencialmente ao tronco, onde pode usar de suporte.

Rhipsalis: uma planta da mesma família dos cactos
Fonte: Geliuro Jus It

Esse tipo de planta, mesmo sendo considerada epífita, não é prejudicial a outras plantas. Isso porque não é capaz de causar prejuízos a outra planta, sugando seus nutrientes, por exemplo.

Além disso, essa espécie é capaz de armazenar grandes quantidades de água da rega, por isso, não é necessário regar a planta com frequência. Dessa forma, o tempo de rega pode ser espaçado entre uma e outra, regas uma vez na semana são suficientes.

Assim como outras plantas da mesma família de cactos, a rhipsalis é capaz de se adaptar aos mais variados tipos de ambientes, climas e temperaturas. Por isso, se você deseja cultivar uma em casa, coloque-a sem medo nos ambientes internos como salas, escritórios e até mesmo banheiros.

O que achou da matéria? Se gostou, confira também algumas espécies de plantas para casa.

Fontes: SimpliChique, Tua Casa, Minhas Plantas, Selvva.

Planta: Eco Bloco BauruPlantas e Flores, Planta Sonya, YouTube, Pinterest, Optolov, Geliuro Jus It.