Espécies

Comigo-ninguém-pode: cuidados com o cultivo da espécie

A comigo-ninguém-pode é uma planta muito popular pelo país, sendo cultivada sobre a crença de afastar inveja e más energias.

Por Rafaela de Almeida

-

Assim como outras plantas como espada-de-são-jorge e samambaias, a comigo-ninguém-pode se tornou uma planta muito comum pelo Brasil. Essa planta se tornou muito popular pela crença de que, se cultivada em casa, é capaz de afastar más energias e mau-olhado, como a inveja. Além de ter uma bela folhagem.

Contudo, a comigo-ninguém-pode é uma planta tóxica. Então, apesar da popularidade, essa planta deve ser cultivada longe de animais domésticos e crianças que podem eventualmente ingerir a planta. Isso porque, se ingerida, pode causar ardência, irritação na boca e na garganta. E dependendo da quantidade, a ingestão pode acabar levando a morte, por isso, deve-se tomar cuidado com o cultivo.

No entanto, apesar disso, a comigo-ninguém-pode é uma planta muito simples de ser cultivada, e muito indicada para decoração. Sendo especialmente bem utilizada em vasos no interior de casas ou jardins. Então, não exige muitos cuidados quanto ao solo, rega ou iluminação. Mas é importante sempre se atentar ao aspecto das folhas, que podem significar alguma atenção especial.

Cuidados com o cultivo da comigo-ninguém-pode

Comigo-ninguém-pode: cultivando a espécie com cuidado
Fonte: SAPO Life Style

Algumas dicas de cultivo da comigo-ninguém-pode podem ajudar a evitar acidentes quanto as substâncias venenosas presentes na planta. Por isso, cultiva-las em suportes ou locais mais altos como estantes e prateleiras pode ajudar a prevenir acontecimentos indesejáveis. Dessa forma, as plantas ficam longe de animais ou crianças.

Além disso, para proteger os animais de ingerir partes da planta, existem alguns repelentes que podem ser usados em vasos. Esses repelentes não são tóxicos, apenas possuem substâncias com odor que impedem que gatos ou cachorros acabem mordendo as folhas da planta. Os repelentes podem ser encontrados com facilidade em floriculturas ou lojas de animais.

Ao manusear esse tipo de planta é interessante utilizar alguns itens de segurança como luvas, por exemplo. Algumas pessoas podem ser mais sensíveis caso haja o contato das folhas com a pele, por isso, usar roupas de mangas também ajuda evitar o contato direto da planta com mãos e braços. Além disso, após manusear a comigo-ninguém-pode lave as mãos antes de ter contato com olhos e boca.

 Manutenção da espécie

Fonte: We Mystic

Então, como já tido anteriormente, a comigo-ninguém-pode é uma planta de fácil cultivo. Sendo assim, não demanda muitos esforços para mantê-la bonita e saudável. Veja a seguir como é simples os cuidados com a comigo-ninguém-pode:

Luminosidade indicada para o cultivo

Fonte: Prepara Enem

Esse tipo de planta é uma ótima opção para cultivo em ambientes internos, isso porque, pode ser considerada uma planta de meia-sombra.

Dessa forma, pode ser cultivada próxima a janelas e entradas de luz, de modo geral, mas não há necessidade de receber luz direta. Muito pelo contrário, a luz direta pode acabar afetando as folhas. Caso ela seja cultivada em lugares com muita incidência solar, as folhas tendem a murchar ou amarelar.

Comigo-ninguém-pode e a frequência de rega ideal

Comigo-ninguém-pode: cultivando a espécie com cuidado
Fonte: Planta Sonya

A comigo-ninguém-pode é uma planta que exige regas regulares, mas com quantidade de água moderada. No entanto, é interessante observar a umidade do solo para não encharca-lo. Assim, faça a rega quando perceber que o solo está muito seco, ou de duas a três vezes por semana.

A grande quantidade de água pode acabar prejudicando a qualidade do solo, apodrecendo as raízes e aumentando a probabilidade de manifestação de fungos. Caso isso ocorra, é necessário diminuir a frequência e a quantidade de água utilizada durante as regas.

Qualidade do solo e adubação

Fonte: Capital Mudas

Para o cultivo da comigo-ninguém-pode é importante plantar a espécie em solo altamente drenável  e rico em matéria orgânica. Para isso, húmus de minhoca e argila expandida podem ser usadas no preparo do substrato. Além disso, adubo orgânico de dejetos de animais como galinhas também podem ser usados.

Sobretudo, fertilizantes com níveis consideráveis de fósforo e nitrogênio também podem ser aplicados periodicamente nos vasos da comigo-ninguém-pode. A boa qualidade do solo pode prevenir a proliferação de pragas.

Como propagar a comigo-ninguém-pode

Comigo-ninguém-pode: cultivando a espécie com cuidado
Fonte: O Segredo

A comigo-ninguém-pode, apesar de venenosa, é uma planta comum como qualquer outra. Por isso, pode ser facilmente propagada utilizando estacas, isso é, partes da planta já desenvolvida dão origem a novas mudas. Dessa forma, para usar as estacas basta retirar uma parte da planta com cerca de 10 a 15 centímetros.

Além disso, as estacas podem ser reaproveitadas de partes que seriam descartadas da planta durante uma poda rotineira. Feito isso, basta coloca-la em um recipiente com substrato preparado, assim como um vaso normal para o plantio de uma planta já desenvolvida. Faça a manutenção da estaca normalmente e observe caso ela não esteja firme o suficiente.

Também é possível fazer com que a muda da comigo-ninguém-pode crie raízes através de uma técnica chamada mergulhia. Esse processo é simples, ao invés de colocar a estaca em um recipiente com terra prepare água com fertilizante liquido e coloque a planta. Após um período a planta começará a criar raízes.

É preciso trocar a água regularmente, pois pode contribuir para a proliferação de insetos ou animais indesejáveis. Dessa forma, algumas gotas de água sanitária também podem ser usadas na água, desde que em pequenas quantidades.

Comigo-ninguém-pode ótima para decoração

Comigo-ninguém-pode: cultivando a espécie com cuidado
Fonte: Tua Casa

Então, mesmo sendo uma planta tóxica, com os devidos cuidados, a comigo-ninguém-pode é uma ótima opção para decoração. Além é claro de toda a mística por trás dela, sendo conhecida por afastar energias negativas. Não por acaso é tão comum encontrar essa planta na entrada de casas ou estabelecimentos comerciais.

Sendo assim, ter uma ou várias plantas dessa espécie na decoração da sua casa pode ser bastante interessante e vantajoso. A começar pelo visual ornamental, com uma bela folhagem estampada e diferentes tons de verde para deixar qualquer espaço e muito mais bonito e vivo. Além é claro do frescor que essas plantas trazem ao ambiente.

Outro fator interessante de ter um exemplar da comigo-ninguém-pode em casa é a purificação do ar, que como sabemos, as plantas são capazes de limpar as impurezas do ar. Nesse sentido, a planta ainda pode ajudar no relaxamento, já que o contato com a natureza melhora o humor e a qualidade de vida.

Então, gostou dessa matéria? Você pode se interessar também por Rosa de pedra – Como plantar, características da planta e cuidados.

Fontes: Cultivando, Plantei, Projeto Jardinando, Sítio da Mata, Tua Casa, Plantas em Casa.

Imagens: Sítio da Mata, We Mystic, SAPO Life Style, Prepara Enem, Planta Sonya, Capital Mudas, O Segredo.