Como Plantar

Como plantar orquídea: formas de propagação da flor

Apesar do que possa parecer, plantar orquídea é muito simples. Assim como a maior parte das plantas basta usar mudas para propagar.

Por Rafaela de Almeida

-

Orquídeas são flores delicadas, no entanto, não exigem muitos esforços durante a sua manutenção. Dessa forma, são ótimas plantas para se ter em casa, trazendo sofisticação ao ambiente ou pontos de cores na decoração, tornando o ambiente mais alegre e atrativo. Além disso, para plantar orquídea é muito simples, pois a planta pode ser propagada através de mudas.

Tomar conta de uma planta pode ser um processo extremamente terapêutico. Por isso, a orquídea é uma boa opção para quem está iniciando no mundo da jardinagem. Isso porque, podem ser capazes de se desenvolver em interiores e pelos seus cuidados que não requerem tanta dedicação.

As possibilidades para encaixar essa flor em decorações são inúmeras, desde espaços externos como varandas e jardins, até espaços internos como cozinha e banheiro. No entanto, é preciso lembrar que existem condições ideais para o seu florescimento e caso a flor não esteja inserida nesse ambiente ela não irá se desenvolver.

Tipos de orquídeas

Sua classificação varia de acordo com a forma que crescem na natureza e isso irá influenciar diretamente no modo do seu cultivo. As orquídeas possuem algumas classificações como epífitas, terrestres ou rupícolas.

Como plantar orquídea: formas de propagação da flor
Fonte: O Minho

Por isso, as Epífitas são as orquídeas que naturalmente se desenvolvem em árvores, seja no tronco ou em seus galhos. Além disso, muitas pessoas podem acabar confundindo-as com parasitas. No entanto, o seu crescimento não interfere na captação e desenvolvimento da árvore em que está alojada.

As orquídeas também podem ser definidas como terrestres. As terrestres, como o nome já diz, são as que se desenvolvem na terra. Enquanto as rupícolas crescem nas fendas de terra, pois este é um local onde contém umidade e nutrientes propícios para a sua manutenção.

Como plantar orquídea: passo a passo

Escolher o vaso perfeito para plantar orquídea está intimamente relacionado com o tipo de planta. As epífitas podem ser plantadas ligadas a árvores, porém podem ser cultivadas também em vasos. Para isso, basta apenas que eles sejam furados, permitindo assim que sua raiz possa respirar. 

Como plantar orquídea: formas de propagação da flor
Fonte: Cobasi

Para o plantio das orquídeas terrestres, se atente ao tamanho do vaso e o tamanho da planta. Pois, é preciso espaço adequado para o desenvolvimento das raízes, isso porque, as raízes podem facilmente serem cultivadas no chão. As rupícolas, por outro lado, devem ser obrigatoriamente cultivadas em vasos.

A drenagem do solo é muito importante

Assim como grande parte das plantas, o acúmulo de água é ruim para o desenvolvimento das orquídeas. Esse excesso pode facilmente acarretar no apodrecimento da raiz e a morte da flor por consequência. Além disso, a ausência da drenagem propicia o desenvolvimento de pragas como minhocas que se alimentam das raízes, dificultando o crescimento da orquídea.

Como plantar orquídea: formas de propagação da flor
Fonte: Total Construção

Sendo assim, essa camada de drenagem se torna fundamental para o cultivo da flor em questão. Diversos são os materiais que podem ser inseridos para realizar a drenagem do vaso, alguns recomendados são a argila expandida, cacos de telhas, dentre outros.

Como escolher o melhor substrato para plantar orquídea

Essa decisão novamente irá ser influenciada de acordo com o tipo de orquídea adquirida. Por exemplo, as orquídeas terrestres não devem de forma alguma serem cultivadas amarradas a árvores, da mesma forma em que as epífitas não devem ser plantadas em terra.

Como plantar orquídea: formas de propagação da flor
Fonte: Minhas Plantas

Portanto, as epífitas só vão conseguir crescer quando plantadas em substratos porosos, que possui em sua composição, casca de pinus, carvão picado, isopor e etc.

As rupícolas  irão necessitar de um material poroso, porém ele precisa estar em conjunto com pedriscos. Já orquídeas terrestres podem ser plantadas em uma mistura de terra vegetal, areia e composto orgânico.

Fazendo o plantio

Agora que todos os materiais para o plantio foram selecionados, é preciso colocar a mão na massa. Plantar orquídea consiste na abertura do local para inserir a muda e após posicioná-la, basta preencher as laterais com o substrato e pressionar para garantir a sustentação da orquídea.

O processo do plantio é bem simples, no caso das epífitas e das rupícolas, é preciso identificar a quantidade de frentes de crescimento.

Caso seja só uma realize o seu plantio no canto do vaso, se houver mais de uma, faça o plantio ao centro. Já para as terrestres, basta abrir um buraco no meio do vaso e plantá-la.

Fonte: Selvva

Principais cuidados

A orquídea necessita de luz para que ela se desenvolva de forma ideal. No entanto, o excesso de luz irá queimar as suas folhas deixando-as amareladas, por isso o cultivo em meia-sombra é o mais indicado.

Já a rega da flor deve ser realizada com frequência, principalmente se elas estiverem posicionadas em ambientes internos. Durante o verão podem ser realizadas de 3 a 4 regas por semana, e no inverno 2 vezes, pois o processo de evaporação ocorre mais lentamente.

Fonte: Pixabay

Se você curtiu esse post, aprenda como plantar tamarindo também.

Fontes: ABC Garden, Viva Decora, Terral.

Imagens: Liz Garden, Revista MRC, O Minho, Cobasi, Total Construção, Minhas Plantas, Selvva, Pixabay.