Dicas

Flores comestíveis – Características e opções para incluir na alimentação

Conheça algumas flores comestíveis que além da beleza e delicadeza também são ricas em nutrientes e podem ser inseridas na alimentação.

Por Rafaela de Almeida

-

Apesar da beleza, algumas flores podem ser comestíveis. As mais comuns e que já são muito consumidas são a alcachofra, couve-flor e brócolis, por exemplo.

Contudo, existem outras flores comestíveis, menos populares, que também podem ser usadas na culinária. Além de decorarem pratos, também são fontes de nutrientes.

Algumas flores comestíveis são muito mais comuns em jardins do que pensamos. As rosas, por exemplo, são muito cultivadas pelo país como plantas ornamentais ou são usadas em arranjos e buquês. No caso das rosas, além de servirem como plantas ornamentais, também podem ser consumidas.

No entanto, é preciso se atentar à espécie de cada flor, pois algumas podem ser venenosas e fazem mal à saúde se forem ingeridas.

Outras flores comestíveis muito comuns são as flores que nascem nas plantas da horta, que florescem em aboboras, chuchus e muitas outras hortaliças.

Cuidados e benefícios das flores comestíveis

Antes de consumir qualquer flor, esteja certo de que ela não trará nenhuma má consequência. Apesar de muitas poderem ser consumidas na alimentação, algumas são venenosas e também são muito parecidas entre si.

Flores comestíveis: conheça flores que podem fazer parte da alimentação
Fonte: O Mundo é Plano

Além disso, existem algumas espécies que podem ser potencialmente tóxicas para as pessoas que já possuem algum tipo de alergia alimentar, além de a maioria possuir pólen.

É importante que todos os alimentos, inclusive as flores comestíveis, sejam higienizadas antes de serem consumidos. Assim, lave as pétalas delicadamente para que não se desmanchem ou despedacem, além disso, certifique-se que não há nenhum inseto.

Ao adquirir flores de floriculturas tome cuidado. A maior parte das flores que são vendidas, e plantas no geral, são cultivadas com algum tipo de agrotóxico. O ideal, ao consumir uma flor, é que ela seja de procedência orgânica.

Flores comestíveis: conheça flores que podem fazer parte da alimentação
Fonte: JA Alimentação

Flores comestíveis para ter em casa ou incorporar na alimentação

Grande parte das espécies de flores comestíveis são ricas em nutrientes como os carotenoides. Os carotenoides são responsáveis por atuar no metabolismo humano como percussores de vitaminas pelo corpo.

Existem vários tipos de carotenoides, podem ser antioxidantes, podem auxiliar na prevenção de doenças cardiovasculares, além de atuarem no sistema imunológico.

Flor de Ipê

Extremamente comum pelo país, o ipê é muito famoso por ter flores de várias cores. Além da beleza da frondosa árvore, as flores do ipê podem ser consumidas.

Assim, são muito usadas para receitas como farofa, saladas, refogados e até mesmo empanadas. As flores brancas e amarelas podem ser consumidas e usadas na culinária.

Flores comestíveis: conheça flores que podem fazer parte da alimentação
Fonte: Jornal Midiamax

Dente-de-leão

As flores de dente-de-leão são conhecidas por serem adocicadas, semelhante ao mel. Dessa forma, podem ser refogadas ou usadas na decoração de bolos e doces. O ideal é que as flores sejam consumidas logo após a colheita, frescas.

Flores comestíveis: conheça flores que podem fazer parte da alimentação
Fonte: Benefícios das Plantas

Flores comestíveis – Alfazema

Da mesma forma que as flores de dente-de-leão, a alfazema também pode ser usada em pratos doces, como sobremesas. Além disso, a flor também pode ser usada no preparo de chás. Assim como a lavanda, tem propriedades calmantes.

Fonte: Regional News

Hibisco

O hibisco é uma flor comestível já muito usada no preparo de chás. Além do uso como erva, o hibisco também pode ser incrementado em drinks, xaropes, sucos.

Por possuir um leve gosto ácido, o consumo deve ser moderado. Apesar disso, o hibisco oferece benefícios como diminuição da pressão arterial, controle de colesterol, além de outras contribuições ao organismo.

Fonte: Cidade Verde

Rosas

Além de serem muita usadas para compor arranjos de mesas, ou em buquês, as rosas são flores que podem ser consumidas também.

Dessa forma, as pétalas fazem ótimas composições na decoração de bolos e sobremesas. Além disso, podem ser usadas nas saladas ou geleias.

Fonte: Petz

Outras opções de flores que podem ser usadas na culinária

Além das flores já que citamos, existem outras opções que também podem ser utilizadas na culinária, como:

Violeta

Existe uma grande variedade de violetas, a mais conhecida por ser comestível é a violeta verdadeira. É preciso se atentar as espécies, já que uma ou outra podem apresentar substancias toxicas ao organismo.

A violeta verdadeira pode ser usada em receitas como saladas, pães e doces. Além disso, também é muito encontrada na forma de licores, xaropes e chás.

Fonte: Pixabay

Cravina

A cravina, além das pétalas delicadas em tons cor de rosa, pode ser usada em várias receitas. Isso porque essa flor tem o gosto muito semelhante ao cravo-da-índia. É comumente usada no preparo de pães de bolos, bem como na composição de saladas e pratos coloridos e sofisticados.

Fonte: Blog da Plantei

Mais algumas flores comestíveis

Outro exemplo de flor que é comestível é a capuchina. Essa flor tem um gosto muito característico, levemente apimentado.

Além disso, é muito utilizada em saladas em vários restaurantes da alta gastronomia. Além do sabor tendendo ao picante, é rica em vitaminas do tipo C, que são responsáveis por muitas funções no organismo, principalmente no sistema imunológico.

Fonte: El Correo Del Sol

Áster da China

A áster da china é uma flor muito usada ainda como planta ornamental, apesar disso também foi incorporada na gastronomia.

Atualmente muito encontrada em composições de saladas, junto com cenouras e repolhos, pois seus sabores harmonizam. Além disso, para comê-la, é preciso que seu miolo seja retirado.

Fonte: Victoriana Nursery

Calêndula dobrada

A calêndula é uma flor de crescimento mais rápido do que as demais citadas. Apesar de ser usada em pratos como saladas e sobremesas, também pode substituir o açafrão, corante natural muito usado na cozinha.

Assim como a áster da china, é preciso que seu miolo seja retirado, já que pode causar indigestão depois do consumo.

Fonte: Coisas da Roça

O que achou da matéria? Se gostou, confira também como Plantar Alecrim e Girassol 

Fontes: GreenMe, Saber HortiFruti, Ciclo Vivo.

Imagens: Centro Europeu, O Mundo É Plano, JA Alimentação, Jornal Midiamax, Benefícios das Plantas, Regional News, Cidade Verde, Petz, Pixabay, Blog da Plantei, El Correo Del Sol, Victoriana Nursery, Coisas da Roça.