Dicas

Terrário, o que é? Definição, características e como criar o próprio em casa

O terrário é um tipo de arranjo em recipientes de vidro, capaz de reproduzir em pequena escala ecossistemas para algumas plantas.

Por Rafaela de Almeida

-

O terrário nada mais é do que a reprodução de um ecossistema dentro de um recipiente de vidro. Nele são colocadas algumas plantas e outros materiais.

Dessa forma, cria-se um ambiente que permite a reprodução e desenvolvimento dos seres vivos em questão. Além disso, com o terrário é possível perceber fenômenos que são difíceis de ver no decorrer do dia, como o ciclo da água, por exemplo.

A criação desse micro-ecossistema afeta positivamente quem promove essa prática. Afinal, o contato com a natureza é algo que faz bem, ainda que seja uma versão limitada dela.

Além disso, as possibilidades de aprendizado com os terrários são inúmeras, a transpiração da planta ao realizar a fotossíntese e o equilíbrio biológico são algumas delas. 

Definição de terrário 

Os terrários também são ótimos ornamentos para se ter em casa, trazendo as plantas para a decoração de interiores. Além disso, não exigem tantos cuidados quanto ao espaço e até mesmo limpeza.

Terrário: aprenda o que é e como criar o próprio em casa
Fonte: Sallve

Por estar envolvido em vidro é também uma ótima opção para aqueles que têm crianças pequenas e/ou animais de estimação em casa.

Isso porque essa proteção acaba dificultando o acesso às plantas que podem ser prejudiciais para a saúde deles. Enquanto isso, a ingestão ou até mesmo o toque, possivelmente levariam a irritações na pele ou intoxicações alimentares.

Terrários abertos

Os terrários de cactos e suculentas são considerados por alguns como terrários abertos, porém não são necessariamente terrários, pois não são independentes.

O que acontece é a utilização de plantas desérticas que exigem pouquíssimos cuidados em relação à água. Dessa forma, acabam sendo consideradas por várias pessoas como apenas um arranjo.

A principal diferença entre o plantio comum e o terrário é o recipiente. Enquanto o vaso normal contém furos em sua parte inferior permitindo a drenagem da água, o terrário é feito em recipientes de vidro.

Terrário: aprenda o que é e como criar o próprio em casa
Fonte: Montante

Que tipo de planta usar nos terrários?

As plantas mais recomendadas para a utilização em terrários são aquelas que têm uma maior ânsia de umidade para a sua sobrevivência.

Afinal, é um tipo de ambiente fechado, onde a água estará sempre presente, seja dissolvida no solo, no ar, ou gotículas que se formarão no vidro devido à evapotranspiração das plantas.

Fonte: Pointer

Caso você vá fazer, ou já esteja fazendo o seu primeiro terrário, é interessante optar por uma única espécie. A utilização de duas ou mais espécies de plantas pode ser conflituosa.

Isso porque as necessidades de água, luz e nutrientes podem ser diferentes, tornando o cultivo difícil. Dessa forma, uma vez que atender a necessidade de uma espécie não necessariamente resulta no cuidado da outra espécie que está dividindo o mesmo ambiente.

E essa dica também é válida para os terrários abertos, a combinação de cactos e suculentas no mesmo terrário pode levar a morte de um dos tipos. Isso porque, as necessidades, apesar de serem semelhantes, não são iguais. 

Como montar um terrário?

Primeiramente, é preciso escolher o recipiente de vidro em que o terrário será feito. Esse recipiente pode ser um pote de vidro que já não é mais utilizado, um aquário antigo, as possibilidades são grandes.

Além disso, serão necessários materiais para montagem e manutenção como terra, pedras, regadores de pequeno porte ou conta-gotas e enfeites.

Musgos são organismos muito bem-vindos durante a confecção de um terrário, pois eles auxiliam na regulagem do mini ecossistema.

Terrário: aprenda o que é e como criar o próprio em casa
Fonte: Plantei

A montagem é simples, uma camada de drenagem com as pedras, o musgo e uma camada mais espessa de solo que será capaz de permitir o desenvolvimento da raiz da planta escolhida.

Além disso, lembre-se de que o tamanho da planta também é um fator a ser considerado ao criar um terrário. Feito o plantio, basta decorar e regar.

Apesar de não necessitar de grandes cuidados, a observação é essencial. Um ótimo sinal para saber da saúde do terrário é o crescimento e o desenvolvimento das plantas. Evite a incidência direta da luz solar e caso surja algum tipo de erva daninha retire-a o mais rápido possível.

Terrários são autossuficientes quando fechados e em equilíbrio, pois são uma reprodução em pequena escala da natureza, que consegue se desenvolver sem a intervenção do ser humano.

Essa capacidade é o que permite a longevidade desse sistema, por vários anos sem promover quase nenhum tipo de manutenção.

Algumas inspirações

Terrário simples, mas charmoso de uma planta só

Fonte: Lepper

Já pensou em usar como arranjo para o centro da mesa?

Fonte: HF Urbanismo

Terrário usando cactos e suculentas

Fonte: Fashion Bubbles

Você também pode usar os terrários suspensos na decoração

Terrário: aprenda o que é e como criar o próprio em casa
Fonte: Construtora Fontana

Pode ser um presente especial

Fonte: Revista Atenção

Gostou desse post? Se você curtiu aproveita para conhecer a corações-emaranhados também.

Fontes: Moeta, Quintal Dell Arte.

Imagens: Terrários e Suculentas, Sallve, Montante, Pointer, Plantei, Lepper, Fashion Bubbles, HF Urbanismo, Construtora Fontana, Revista Atenção.